A tecnologia da cana de açúcar mobiliza a América do Sul Tempo de leitura 2 minutos
Energia

A tecnologia da cana de açúcar mobiliza a América do Sul

A cana-de-açúcar é a principal matéria-prima para a indústria sucroalcooleira brasileira. A Villares Metals participa desta cadeia produtiva por meio do fornecimento de eixos de moenda forjados

villares metals

Modelo de um terno de moenda utilizado para moagem de cana de açúcar.

Seu processamento pode ter dois destinos: produção de açúcar ou de etanol. O desenvolvimento da tecnologia do etanol como fonte de energia limpa e renovável é de extrema importância, e a Villares Metals participa ativamente nesta cadeia produtiva. O etanol é um combustível ecologicamente correto, que não afeta a camada de ozônio, já que é obtido a partir de plantas cultivadas como a cana-de-açúcar, o milho, a beterraba, o trigo e a mandioca.

 

cana-de-açúcar

O plantio da cana-de-açúcar ajuda na redução do gás carbônico da atmosfera por meio da fotossíntese nos canaviais e aumenta a umidade do ar e a retenção das águas da chuva.

Tanto na produção de açúcar quanto de etanol, é necessário realizar a etapa de moagem para extração do caldo. Na etapa de moagem, a cana desfibrada é enviada para os ternos da moenda para extração do caldo. Cada conjunto de rolos de moenda, montados numa estrutura denominada “castelo” constitui um terno de moenda. O número de ternos utilizados no processo de moagem varia de quatro a sete e cada um deles é formado por três rolos principais denominados: rolo de entrada, rolo superior e rolo de saída.

Em cada eixo é montada uma camisa de moenda de ferro fundido, a qual é obrigatoriamente trocada a cada entressafra.

 

Eixos de moenda de cana-de-açúcar são considerados componentes estratégicos dentro do sistema de moagem, pois sua eventual falha acarreta prejuízos significativos, tanto com o alto custo de reposição, como com custos decorrentes do tempo de parada para sua substituição.

 

A Villares Metals participa desta cadeia produtiva por meio do fornecimento de eixos de moenda forjados, feitos de aço de construção mecânica com peso variando de 5 a 20 toneladas cada, e que atingem uma vida útil de até 20 anos.